Número total de visualizações de página

sábado, 18 de julho de 2009

Holanda na copa do mundo de 1974

Ausente em copas do mundo por 36 anos, a seleção holandesa classificou-se para a copa do mundo de 1974, em um grupo contra a Bélgica, Noruega e Islândia.

A classificação foi tranquila e para a copa, a seleção Holandesa, fez alguns amistosos:

27/03/1974 - Holanda 1x1 Austria (Roterdã-HOL)
26/05/1974 - Holanda 4x1 Argentina (Amsterdã-HOL)
05/06/1974 - Holanda 0x0 Romênia (Roterdã-HOL)

No dia 05/01/1974, em Frankfurt foi feito o sorteio dos grupos da copa, deixando a seleção holandesa, no grupo 3 contra a Suécia, Uruguai e Bulgária, um grupo equilibrado pelo pouco conhecimento dos 4 times.

O primeiro jogo da seleção holandesa na copa foi no dia 15/06/1974 no estádio Niedersachen Stadium em Hannover (ALE), com arbitragem de Karoly Palotai (HUN), para um público de 53.700 pessoas e contra a seleção uruguaia. A seleção holandesa iniciou ali uma das maiores exibições de uma seleção em copas do mundo, com um esquema de marcação total. Aos 16 minutos do primeiro tempo Jonny Rep abriu o placar para a seleção holandesa e o mesmo aos 41 do segundo tempo, finalizou a primeira vitória holandesa em copas do mundo. Holanda 2x0 Uruguai. Julio Monteiro aos 24 do segundo tempo foi expulso pela seleção uruguaia.

O segundo jogo foi no dia 19/06/1974, no Westfalenstadion em Dortmund (ALE), com arbitragem de Werner Winsemann (CAN), para um público de 53.700 pessoas, contra a seleção da Suécia. O jogo foi muito amarrado no meio-campo e com pouquissimas chances das 2 seleções, o que terminou o placar ficando Holanda 0x0 Suécia.

O terceiro jogo foi no dia 23/06/1974, no Westfalenstadion em Dortmund (ALE), com arbitragem de Tony Boskovic (AUS), para um público de 52.100 pessoas, contra a seleção da Bulgária. Mostrando todo seu favoritismo, a seleção holandesa abriu o placar aos 5 minutos com 1 gol de penalti de Johan Neeskens que aos 45 do primeiro tempo, também de penalti, ampliou para a Holanda. Jonny Rep aos 26 do segundo tempo fez 3x0 para a Holanda. Ruud Krol com gol contra aos 33 descontou para a Bulgária e aos 43 do segundo tempo, Theo De Jong fechou o placar com Holanda 4x1 Bulgária.

Classificada como primeira do grupo 3 e comandada por Johann Cruyff, colocou a Holanda no Grupo A da segunda fase com Brasil, Alemanha Oriental e Argentina.

A estréia na segunda fase, foi no dia 26/06/1974, no Parkstadion em Gelsenkirchen (ALE), com arbitragem de Robert Holley Davidson (SCO), para um público de 55.348 pessoas, contra a Argentina. Um show de futebol holandês que ganhou de 4x0, com gols de Johan Cruyff aos 10 do primeiro tempo, Ruud Krol aos 25, Jonny Rep aos 28 do segundo tempo e Johann Cruyff aos 45 do segundo tempo.

A segunda partida foi no dia 30/06/1974, no Parkstadion, com arbitragem de Ruedi Scheurer (SUI), para um público de 67.148 pessoas, contra a seleção da Alemanha Oriental. Johan Neeskens aos 13 do primeiro tempo e Rob Rensenbrink aos 14 do segundo tempo, fizeram o placar, Holanda 2x0 Alemanha Oriental.

A terceira partida que iria definir o classificado para a final, foi no dia 03/07/1974, no Westfalenstadion em Dortmund (ALE), com arbitragem de Kurt Tschenscher (ALE) e para um público de 52.500 pessoas, contra a seleção brasileira. Um jogo muito disputado no primeiro tempo, terminou como 0x0, mas aos 5 minutos do segundo tempo, Johan Neeskeens abriu o placar para a Holanda. Aos 20 minutos do segundo tempo, Johan Cruyff também marcou o seu gol, fazendo Holanda 2x0 Brasil, o que classificou a seleção holandesa para sua primeira partida final em Copas do Mundo.

A final da copa do mundo de 1974 foi realizada no dia 07/07/1974, no Estádio Olímpico de Munique, com arbitragem de John Taylor (ENG), para um público de 75.200 pessoas, contra a seleção da casa a Alemanha Ocidental. Aos 56 segundos de jogo, pênalti para a Holanda que Johan Neeskens abre o placar, cobrando aos 2 do primeiro tempo, calando aos quase 70.000 alemães. Aos 25 minutos do primeiro tempo, a seleção alemã também teve seu pênalti cobrado por Paul Breitner empatando o jogo. Aos 43 do primeiro tempo hiper movimentado, Gerd Mueller fez 2x1 para a Alemanha. No segundo tempo, apesar das alterações feitas pelo técnico Rinus Michels, a seleção holandesa não conseguiu marcar gol em Sepp Maier, o que coloca a "segunda" maior injustiça em histórias da copa do Mundo. A primeira em 1954 contra a Hungria e agora em 1974 contra a Holanda, leva a Alemanha ao bicampeonato mundial. Holanda 1x2 Alemanha Ocidental.

2 comentários:

Anónimo disse...

A classificação holandesa para a Copa de 1974 não foi tranquila. A seleção só se classificou na última rodada, terminando o torneio com o mesmo número de pontos da Bélgica, garantindo a vaga para o mundial no saldo de gols.

Anónimo disse...

Na verdade a imprensa do futebol sempre exagerou arespeito de grandes seleções. A holanda até que era um bom time, mas teve alguns tropeços jano segundo jogo contra a suécia. e na final abriu as pernas, embora o juiz ajudou a alemanha ao marcar um penalte inexistente contra a holanda.Como disse, nunca existiram supertimes, pois a seleção brasileira de 82, só jogou bem, contra times inespressivos, como escócia, nova zelandia, urrs(russia), e a argentina até então oera fregues do brasil em copas do mundo.
quando pegou uma seleção de tradição tradição(itália), dançou.
a Hungria em 54 tb, na hora h, dançou, e assim por diante, até que me provem o contrario, não existiram e nunca existirao super times.